quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Fixando transistores no dissipador 2

Na mesma sequencia de acabamento, a seguir um exemplo de como utilizar as plaquinhas para soldar os cabos no s transistores de potencia externos a placa da fonte. 


Transistores com seus terminais pré formados e fixados adequadamente no dissipador, basta inserir os terminais na placa, que ficará rente ao encapsulamento do componente e soldar.

Esta placa tem a base e o coletor, com a mesma ligação, ficando apenas os emissores livres, assim utiliza-se um fio para a conexão da base,  um fio para a ligação do coletor e cada emissor com seu respectivo fio.


Aspecto final, notem como fica bom o acabamento.

Potenciômetros em série.

Afim de dar um aspecto melhor e facilitar as ligações dos potenciômetros as placas dos kits, desenvolvemos algumas plaquinhas e estamos dando gratuitamente junto aos kits, porém como não foi algo pensado anteriormente, quando feito determinado kit, não houve diagrama e ou desenho de como montá-las, mas um imagem traduz melhor como deve ser feito as ligações da plaquinha aonde seria colocado apenas um potenciômetro.


O potenciômetro menor sempre será o de ajuste fino, quanto menor melhor para que não influencie no valor do potenciômetro original, já o da direita será o ajuste grosso de valor original que o projeto do kit pede.

Escolhemos uma furação de potenciômetro duplo, para poder por exemplo combinar valores, assim se você precisar de um determinado valor, por exemplo;colocando um potenciômetro de 20K, formará um de 10K, e assim por diante, ou então coloca rum simples e ignorar os furos extras.

Os furos com a letra "G" ground, são para colocar um pino dourado e soldá-lo na carcaça do potenciômetro, tendo duas funções; uma de fixar o potenciômetro na placa, evitando que ele dobre e quebre os terminais, e segundo, servirá de aterramento, blindando o potenciômetro, este terminal deverá ser ligado ao GND da placa em questão (não é obrigatório).